Arquitetura     |    Decoração e Interiores     |     Nossas Histórias     |     Viagens     |     Diário de Reforma  

A história do Apto 94 - #ns_ap94top

08.08.2019

 

O projeto do Apto 94 foi particularmente interessante de criar, pois demandava uma das coisas que mais gosto de levar para meus trabalhos: amplitude. A missão era aproveitar ao máximo os espaços do apartamento de 60m², para incluir uma boa cozinha, sala, mesa de jantar, bar, área para receber amigos, espaço para home office, quarto para visitas e um único banheiro, que precisava ser funcional para o cotidiano e ter cara de lavabo. Além disso, precisava ter a cara dos donos, um casal jovem, que gosta de cozinhar, tomar vinho e receber amigos e familiares. Por isso, escolhi um estilo bem moderno para planejar o apartamento.

 

Pensando em tudo isso, uma das primeiras escolhas foi remover a parede que dividia a sala da cozinha, para unificar os ambientes e trazer sensação de amplitude. Também retiramos a porta que separava a sala do terraço, integrando ainda mais os espaços do apartamento. Essa ideia contribuiu para ampliarmos a integração dos espaços. O bar foi colocado ao lado do sofá, com frigobar e um móvel preto de marcenaria na cor Ébano Chess Arauco e laca amarela Y027. 

 

 

Optei pelo cimento queimado na parede da sala e nos pisos da cozinha e do banheiro. Usamos a textura da Ibratin, na cor prata. É uma excelente técnica para expressar modernidade e dar um efeito marcante sem sobrecarregar os ambientes. Além disso, é perfeito para ser o piso de áreas úmidas, pois é muito funcional. Não aparece muita sujeira, é fácil de limpar e manter. Eu indico!

 

 

Eu sempre busco trabalhar com cores de uma maneira bem equilibrada. Geralmente, quando escolho um ponto de cor, planejo o restante da decoração para somente aquela cor se sobressair, sem que outras informações entrem em conflito. Neste projeto escolhi destacar a cor azul na cozinha e em alguns outros detalhes, em laca cor M017. A cor é tranquila e relaxante, perfeita para quem mora em São Paulo e vive no agito da cidade. Com a cozinha azul, meu plano foi ter uma sala bem neutra e suave, para se misturar à cozinha de uma forma que não fosse cansativa. Isso faz toda a diferença no dia a dia, trazendo qualidade de vida para os moradores.

 

 

 

Como um dos grandes interesse dos donos é vinho, fizemos um móvel na lateral da mesa de jantar para que pudessem guardar as bebidas. Cabem mais de 16 vinhos no móvel! Além dos aparentes, tem como guardar mais alguns no fundo, onde é mais escuro. Alguns dos vinhos que o casal coleciona são de guarda, precisam ficar armazenados dessa forma. No armário superior fizemos uma cristaleira, para guardar copos e taças. No fim, foi outro cantinho que conseguimos aproveitar muito bem o espaço para colocar mais armários.

 

 

Ainda no tema do vinho, criei um porta rolhas alto, bem na entrada do apartamento. Funcionou como um item de decoração que ajudou a dar a personalidade do casal para o apartamento. 

 

 

Também decidi complementar o piso de madeira entregue pela construtora até a varanda. Assim garantimos a percepção de continuidade, transformando em um espaço maior que apenas o da sala.

 

 

O espaço do terraço foi planejado para receber amigos e visitas. Então, em vez de uma mesa, optei pelo banco para dar continuidade com o desenho do hack da sala. Essa ideia concede uma linearidade que contribui para a sensação de amplitude no espaço. Também colocamos algumas mesas de apoio para quando quiserem se reunir com visitas, diversificando o espaço e dando mais uma alternativa à mesa de jantar. Assim podem até receber mais pessoas! O espaço ficou amplo, livre e confortável. Ali tem até espaço para crianças brincarem e estender colchões para as visitas dormirem.

 

 

 

O projeto desse apartamento trouxe uma missão bem interessante. Como só há um banheiro na casa, era preciso que ele fosse completo para o dia a dia, mas que também tivesse uma cara de lavabo. Então, para trazer um ar refinado, aplicamos uma pastilha hexagonal cromada, quase espelhada. O produto se chama Sixties Silver, da Decortiles. Deu um visual muito sofisticado para o banheiro. Porém, por ser um ambiente pequeno e para evitar encarecer o projeto, a pastilha foi colocada apenas em pontos específicos. As outras paredes foram pintadas ou revestidas com o mesmo material do piso (como é o caso das paredes laterais do box).   

O armário superior tem o espelho nas portas, levando a sensação de amplitude para esse cômodo também. Além disso, ele tem um ótimo espaço de armazenamento.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Um detalhe bacana do projeto é a lateral do gabinete inferior do banheiro. Foram colocadas pequenas prateleiras com grades charmosas, que aproveitamos para decorar com livros e revistas. Mas outros itens decorativos também ficariam ótimos nesse espaço, como quadros e plantinhas. Bom para o dia a dia e uma surpresa charmosa para as visitas.

Dentro da área do box, foi feito um grande nicho horizontal na maior parede, fornecendo um espaço bem grande para guardar os shampoos e outros acessórios de banho.

 

 

O destaque do quarto do casal é o revestimento de ferrorama na parede atrás da cama. O ferrorama é um revestimento de plástico pvc em alto relevo, que pode ser aplicado em tetos e paredes. É uma ótima alternativa de decoração para diferentes ambientes, pois é barata, prática, de fácil manutenção e pode ser customizado. Nesse caso, optamos por pintar o material de preto, criando um link com os tons mais escuros já usados na sala, no bar e no quarto de solteiro. Além de ser uma cor que o casal gosta muito. No restante da decoração busquei equilíbrio, para evitar criar uma sensação de um cômodo apertado. Para isso, usei uma cabeceira branca para a cama e para o armário, que também conta com portas de espelho. Assim foi possível garantir uma noção de amplitude e espaço no quarto. Nem sempre é fácil de conseguir isso, mas nesse caso deu super certo! 

 

 

Ali no lado direito da cama colocamos um móvel vertical, com um nicho e gavetas. Foi uma boa solução que encontrei para aproveitar um canto que geralmente ganha um simples criado mudo. Assim o casal ganhou um espaço para sapateira e ainda tem gavetas e apoio para itens do dia a dia e decoração.

 

 

O quarto de solteiro foi criado para ser um ambiente neutro, que possa ser transformado facilmente de acordo com necessidades. Foi projetado para ser tanto um home office, contando com a bancada com gaveteiro lateral, quanto um quarto de hóspedes, com cama e armários. Aliás, a cama de madeira foi feita sob medida e conta com um nicho alto embaixo, onde cabem dois colchões de solteiro, além do colchão da própria cama. Era uma demanda do casal dono do apartamento, pois assim podem receber mais hóspedes em casa. O quarto também tem um armário vertical ao lado da bancada, que é o roupeiro da casa. Por último, os nichos são uma ótima maneira decorativa de organizar o material de escritório, usando caixas, por exemplo.

 

 

 

Na área de serviços, considero o móvel da lavanderia  bem legal diferente do que já fiz em outros projetos. Uma máquina de lavar e secar divide o espaço abaixo da bancada com um armário, seguindo o conceito de aproveitar ao máximo os espaços disponíveis. Porém, como a máquina de lavar é grande e avança o limite da bancada, optei por colocar uma porta de correr em formato de L, de forma que cubra a lavadora correndo por cima da bancada. Além disso, a porta de correr poupa o espaço que uma porta de abrir convencional utilizaria e cria um efeito visual bacana.

 

 

 Espero que tenham gostado do resultado tanto quanto eu! Qual foi sua parte favorita? 

A minha com certeza é o banheiro, meu xodó nesse projeto!

 

 

Qualquer dúvida podem entrar em contato. 

Até a próxima!

Please reload

Posts Em Destaque

O Quarto do #nossoape_43

27.06.2018

1/2
Please reload

Conta pra gente o que você gostaria de ler aqui no blog.

Entre em contato!

Arquivo

Natália Salla

@nataliasalla.arq  contato@nataliasalla.com.br

Vila Mariana  |  São Paulo