Arquitetura     |    Decoração e Interiores     |     Nossas Histórias     |     Viagens     |     Diário de Reforma  

Projeto de um ambiente só: compensa?

14.06.2018

Tenho recebido muitos e-mails de clientes que querem reformar mas por terem uma verba limitada, acabam me perguntando sobre fazer um projeto para apenas um ambiente como cozinha ou banheiro, por exemplo.

 

E esse pedido sempre vem acompanhado da pergunta: mas compensa fazer projeto? E compensa fazer de um ambiente só!?

 

A resposta (clássica) é: depende! rs

 

Como profissional, faço projetos desde um único ambiente até apartamentos completos ou lojas grandes. Todo trabalho, para mim, é visto como único e importante, independente do tamanho ou da complexidade.

 

Se sua necessidade é transformar um quarto de adulto em um quarto de bebê, por exemplo, sim, compensa! Se você quer apenas mudar a "carinha" da sua sala, sim, compensa!

 

Acima, imagem de um projeto que fizemos apenas para a sala de uma cliente, que tinha insatisfações relacionadas à esse ambiente e não ao apartamento por completo.

 

Mas se você precisa fazer uma reforma completa no seu imóvel, ou se acredita que seu apartamento como um todo não atende às suas necessidades e não funciona na rotina do seu dia-a-dia, fazer o projeto por ambientes não é uma solução inteligente.

 

 

 

 

Em um primeiro momento o projeto parece ser um gasto "desnecessário", mas na verdade ele é um investimento que vai garantir sua satisfação com o resultado final da obra, ao trazer uma casa funcional, organizada, prática, onde todas as propostas se relacionam, criam linguagens e atende seu estilo, seus sonhos e seus desejos.

 

 

 

 

 

 

 

Em outros países é muito comum passar a maior parte do tempo de uma obra projetando, porque é o projeto quem vai garantir que a obra seja organizada, coerente, rápida e dentro do cronograma, além de custo definido e sem surpresas.

 

A desvantagem de projetar por ambientes é que suas necessidades e seus desejos nunca vão ser atendidos por completo e fica difícil você se decidir entre tantos desejos e necessidades, qual vai priorizar e colocar naquele ambiente.

 

Quando analisamos o imóvel como um todo, distribuímos entre os cômodos tudo aquilo que o cliente gosta além de, claro, projetar os móveis e as funções ao longo da casa.

 

No exemplo abaixo, mostro alguns estudos de layout que fizemos para um mesmo apartamento, ambos tratando das necessidades do mesmo cliente e com opções completamente diferentes. Avaliamos inúmeros itens em conjunto até chegar na opção que mais agrada cada família.

 

 

 

Quando falamos em apartamentos, que costumam ter áreas reduzidas mesmo quando em plantas maiores, é fundamental que cada espaço seja pensado em conjunto.

 

O projeto também possibilita que você visualize o quanto custa executar cada coisa, ou cada ambiente, permitindo que você se organize para uma execução de obra faseada.

 

Ao meu ver, é mais importante projetar o imóvel inteiro e executar em etapas do que o inverso, uma vez que é o projeto quem vai garantir uma casa dentro daquilo que você precisa.

 

Acreditem: no final da obra executada, vai valer a pena ter projetado, pensado, planejado e  analisado cada cantinho do seu imóvel em conjunto! 

 

Dúvidas!?

contato@nataliasalla.com.br

 

Natália.

Please reload

Posts Em Destaque

O Quarto do #nossoape_43

27.06.2018

1/2
Please reload

Conta pra gente o que você gostaria de ler aqui no blog.

Entre em contato!

Arquivo

Natália Salla

@nataliasalla.arq  contato@nataliasalla.com.br

Vila Mariana  |  São Paulo